A glamourização dos excluídos

Sebastião Salgado I Existem pessoas, cujo reconhecimento é tão grande que qualquer coisa que se diga delas ou da respectiva obra faz do “critico” uma pessoa execrável. Uma ex-aluna, jornalista atuando como fotógrafa, escreveu um trabalho de conclusão de curso comparando seis ou oito fotos (ñ lembro), do famoso e reconhecido, com quadros considerados clássicos da icnografia […]

Continue lendo

Sonhei que teria uma leica

Ao descobrir o jornalismo como profissão, simultaneamente, comecei a imaginar o dia em que teria uma máquina de escrever Remington. A ideia do lidar com as palavras do texto, da minha língua, do escrever (definitivamente) me colocou em relação direta com o mundo. E, num dado momento, agora perdido na memória, descobri que também se fazia jornalismo com fotos. Pela […]

Continue lendo